Make your own free website on Tripod.com
  
10P
9P
8P
7P
6P
5P
4P
3P
2P
1P
1C
2C
3C
4C
5C
6C
7C
8C
9C
10C
10E
9E
8E
7E
6E
5E
4E
3E
2E
1E
1O
2O
3O
4O
5O
6O
7O
8O
9O
10O
O Tabuleiro da Escada de Jacó

 
 
 
 
 

A  ESCADA DE JACÓ

 

 

A Escada de Jacó, terceira e última etapa de A Estrada Iluminada, funciona basicamente como a primeira, A Travessia, com os participantes jogando o dado, deslocando seus ‘veículos’ de acordo com o número resultante e respondendo às perguntas correspondentes às casas sorteadas.  Porém, enquanto A Travessia é realizada em duplas, os participantes só podem subir A Escada de Jacó individualmente, pois agora não se trata mais da biografia psicológica dos casais, mas sim do auto-conhecimento espiritual de cada um.

Outra diferença é que não há atalhos no caminho transpessoal, e por isso não existem espadas e serpentes, cabendo aos participantes passar por todas as casas sem retrocessos, dependendo exclusivamente do dado.
 

Os participantes partem do Ás de Ouros, da unidade material da vida, na extrema esquerda inferior do tabuleiro e se movimentam para direita até o Dez de Ouros. Sobe-se, então, para o Ás de Espadas, seguindo-se agora para a esquerda, no sentido contrário do naipe anterior, até a décima casa, quando se passa ao Ás de Copas. E, assim, sucessivamente, os participantes chegam até o Dez de Paus, onde encontram um mecanismo semelhante ao da Nova Jerusalém dA Travessia, só terminando o jogo quando o dado sortear o número exato para se sair do tabuleiro.

A diferença é que, enquanto nA Travessia os participantes conquistavam em duplas o direito à utopia social (A Nova Jerusalém) e à possibilidade de felicidade conjugal (O Jogo da Alma Gêmea); nA Escada de Jacó os vencedores encontram ao Ain Soph, o Incognicível sem fim, reintegrando-se definitivamente na Eternidade.